sábado, 20 de dezembro de 2008

Rua nove...



Pensando no teor de rancor ao meu redor, parei em frente à rua nove, e tive medo de entrar.

Como pode: medo sim, rancor não?

Paradoxal demais!


Caminhando me deparei com paredes parecidas com as que existiam quando morei ali...Porém nada mais em mim era tão inocente quanto naquela época.

Entrei na casa amarela de número doze; Ele estava sentado no sofá lendo o jornal, e me perguntei como havia sobrevivido sem alimento, sem água, só assim sentado à mingua por tanto tempo!
Porém, a esta altura isto já não era problema meu...

O mal cheiro ardia no nariz, mas eu precisava olhar novamente.

Olhei e disse que queria partir, e de vez...

Outra vez ele não acreditou. Não o culpei pela descrença, culpei a mim mesma e as últimas atitudes...

Ele saiu para comprar algo. Talvez algo que o fizesse esquecer. E desejei que ele também trouxesse para mim.

Mas, decidi não esperar; saí logo atrás, tranquei a porta e joguei a chave no jardim...

Dessa vez sem nó no peito...

Não levei nada e não deixei nada para trás.

Saí leve...

A chave caiu entre as pedras e eu espero que ele a procure lá, caso esqueça a sua quando voltar...

Olhei e vi a rua de volta inteira à minha frente.

Acho que levará alguns dias para que ele perceba que sua voz há muito tempo já não me fazia sorrir...

Sonho...

Estava nas nuvens...
Mas, por descuido pedi um capuccino com duas colheres de realidade...
O garçon acabou me dando a dose errada.
E o pior não é falar com seres inanimados, e sim eles responderem...

Mais uma do Jabor...



A medida que envelheço e convivo com outras, valorizo mais ainda as mulheres que estão acima dos 30.

Elas não se importam com o que você pensa, mas se dispõem de coração se você tiver a intenção de conversar.

Se ela não quer assistir ao jogo de futebol na tv, não fica à sua volta resmungando, vai fazer alguma coisa que queira fazer...

E geralmente é alguma coisa bem mais interessante.

Ela se conhece o suficiente para saber quem é, o que quer e quem quer.

Elas não ficam com quem não confiam.

Mulheres se tornam psicanalistas quando envelhecem.

Você nunca precisa confessar seus pecados... elas sempre sabem...

Ficam lindas quando usam batom vermelho. O mesmo não acontece com mulheres mais jovens...

Mulheres mais velhas são diretas e honestas.

Elas te dirão na cara se você for um idiota, caso esteja agindo como um!

Você nunca precisa se preocupar onde se encaixa na vida dela.

Basta agir como homem e o resto deixe que ela faça...

Sim, nós admiramos as mulheres com mais de 30 anos!

Infelizmente isto não é recíproco, pois para cada mulher com mais de 30 anos, estonteante, bonita, bem apanhada e sexy, existe um careca, pançudo em bermudões amarelos bancando o bobo para uma garota de 19 anos...

Senhoras, eu peço desculpas!

Para todos os homens que dizem: "Porque comprar a vaca, se você pode beber o leite de graça?", aqui está a novidade para vocês: Hoje em dia 80% das mulheres são contra o casamento e sabem por quê?

"Porque as mulheres perceberam que não vale a pena comprar um porco inteiro só para ter uma lingüiça!".

Nada mais justo!

sábado, 13 de dezembro de 2008

De volta à realidade...


Para me divertir eu poderia inventar muitos fatos e histórias, inventar é fácil e não me falta a capacidade.

Mas não quero usar esse dom que eu desprezo, pois "sentir" é mais inalcançável e ao mesmo tempo mais arriscado.
Sentindo-se pode-se cair num abismo mortal.

O que procuro?

Procuro o deslumbramento.

O deslumbramento que eu só conseguirei através da abstração total de mim.

Eu quero não a idéia e sim o nervo do sonho que resulta na única realidade onde posso encontrar uma verdade.

É como se eu tivesse inventado a vida - e - fiat lux.

Mas o deslumbramento que eu tenho dura o espaço instantâneo de uma visão e eis-me de novo no escuro.

Como posso subir, senão aceitando minha miséria humana.


(Clarisse Linspector)






Clarice leu mais uma vez o livro de *Clarice e encontrou frases que calçavam como luva... Esperando o almoço e a companhia, de frente para o mar, ela se permitiu lembrar, coisa que haviam-se prometido não fazer no momento da, talvez ,última despedida...

Lembrou, sorriu e despediu-se para sempre no momento em que a mão firme do seu companheiro tocou suavemente seu ombro.

De volta à realidade...Pensou Clarice...

sábado, 6 de dezembro de 2008

O caso das agendas


Desde que comecei a me entender por 'gente-profissional' que avalio o status desta área pela quantidade de agendas que se ganha no final do ano...

Pode perceber, quanto mais alto o cargo, maior o número destas que chegarão para o indivíduo.

Decepcionada, informo que a minha realidade até então, tinha sido pleitear agendas com meu Pai ou meu irmão...

Quanta humilhação...rsrsrsrs...

Porém esta realidade mudou este ano.

"Pasmada" ganhei minha primeira agenda no meio de 2008!!

Isto mesmo...Alguém observador percebeu que minha agenda não continha mais espaço para as responsabilidades e me presenteou com uma novinha!

O prazer equivale ao de escrever no caderno novo quando fazia a alfabetização...Ou seja, prazer indescritível!

As agendas tem uma tragetória engraçada, na minha história...Antes as usava para escrever sobre o dia, tim-tim por tim-tim. Quando quero lembrar de um fato vou à elas na época da minha adolescência...

Depois virou local de assuntos importantes e/ou pessoais, mas nunca profissionais. Com pouca responsabilidade nas costas, eu não precisava lembrar de fazer um relatório para apresentar na segunda pela manhã, muito menos de pedir todo o estoque do mês para o setor que coordeno.

Bem, vamos à parte que realmente quero 'falar':

Pois não é que a esta altura do campeonato, ou seja, antes do meio do mês de dezembro eu já ganhei sete!!!

UAU!!!

Risos...

E olha que promessas de mais estão por aí...

Pode parecer bobinho para vocês, mas para mim, as agendas confirmam que 'vim, vi e venci'!

Porquê aos quinze anos ainda cheia de sonhos interioranos fui 'jogada' sozinha na cidade grande! E hoje demonstro que cheguei onde sempre quiz!

Os sonhos dos contos de fadas foram totalmente engolidos pelos sonhos profissionais!

A felicidade no campo amoroso é só consequência do que sou hoje profissionalmente...

É isso aí...
Feliz 2009 pra vcs também!

"Aquela música"


Todo mundo tem 'aquela' música...
Mas eu como sempre exagerada, tenho, acho, que umas vinte de 'aquelas' músicas...
Cada qual no seu cantinho.
Por exemplo, tem a música de vida, a que me faz dançar no meio da sala, a que SEMPRE me dá vontade de chorar ( e olha que acho que já esgotei meu estoque de lágrimas, hoje em dia nem forçando eu consigo derramar umazinha sequer...Mas este é assunto para outro post...).
Tem também as músicas que são 'minhas' pq são as preferidas dos meus pais...Esta semana no salão, estava tão 'aérea', como diz minha mãe, que acompanhei todinha a música do Altemar Dutra que tocava na rádio. Ao final, a inevitável gargalhada de todas as outras clientes, foi muito engraçado!
A minha preferida do Gustavo, temos o vídeo dela que colocamos todos os dias trezentas e setenta e duas vezes...
Por aí vai!
Minha vida na padaria tem trilha sonora!
Agora tem duas que são o 'ôi da goiaba" ( como diz uma amiga minha...), uma é do Los Hermanos e todo mundo sabe que amo, que é 'o vencedor'... Ateh acho que o 'cabra' quando fez imaginou uma meninazinha vindo do interior assustada, mas que venceu!!
Nossa como sou feliz!
Esta semana em uma palestra na igreja comecei com: 'Estou aqui para agradecer...'
E quando me perguntaram se não tenho medo do 'olho grande' falei que não porque isto hoje não me atinge!
E não é mérito meu, não. É mérito de Deus!
Como sou feliz!
Como estou feliz!
Como fujo do assunto....hehehehe...
Para finalizar, peço que minhas músicas vcs escutem, quem sabe vcs, assim como eu se identificam também com a letra...


-Vento Ventania- Biquine

-O vencedor- Los Hermanos







segunda-feira, 17 de novembro de 2008



Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim. Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa:'Ah,terminei o namoro...''Nossa,quanto tempo?''Cinco anos...Mas não deu certo...acabou'É não deu...'Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?E não temos esta coisa completa.Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.Às vezes ela é malhada, mas não é sensível.Tudo nós não temos.Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.Pele é um bicho traiçoeiro.Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.E as vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...Acho que o beijo é importante...e se o beijo bate...se joga...senão bate...mais um Martini, por favor...e vá dar uma volta.Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra.O outro tem o direito de não te querer.Não lute, não ligue, não dê pití.Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não.Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta..Nada de drama.Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família?O legal é alguém que está com você por você.E vice versa.Não fique com alguém por dó também.Ou por medo da solidão.Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.Tem gente que pula de um romance para o outro.Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?Gostar dói.Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração.Faz parte. Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo.E nem sempre as coisas saem como você quer...A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta.Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.Na vida e no amor, não temos garantias.E nem todo sexo bom é para namorar.Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.Nem todo beijo é para romancear.Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar.Enfim...quem disse que ser adulto é fácil?


Arnaldo Jabor

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Rascunho...


Já estava marcado, passariam uns dias sem se ver...uma semana, para ser mais precisa...



Antonio faria neste tempo algumas palestras nos EUA e Ana estava ansiosa pela distância, seria o momento do teste dos sete meses...



Passavam tempo demais juntos, e a admiração profissional se confundia com o sentimento 'eros' de homem e mulher.


Nos últimos dias Ana sentiu o peso da profunda confiança que Antonio dispensava a seu trabalho.Era a primeira vez em muitos anos que ele permitia que alguém tivesse a senha de todo e qualquer contato profissional, fosse no Brasil, fosse na França, fosse no fim do mundo...


Porém os dias passaram e as inúmeras ligações perdidas no celular de Ana deixavam claro que mesmo fora Antonio nutria a saudade, peculiar dos pequenos momentos que passavam separados.Neste tempo juntos, eles ainda não tinham experimentado a saudade de mais que um dia de distância permitida.


O retorno, foi como esperado: forte, significativo, cheio da energia pulsante da paixão misturada com amor.


Em momento algum falaram de trabalho.Deram-se uma tarde inteira de prazer do desfrute da companhia um do outro.


Houve beijo; demorado, como no início...


Houve mão; inusitada, como no início...


Houve rubor; desconcertante como no inicio...


E houve reafirmação do compromisso; predestinado, como no início...


Era assim que Ana via seu futuro: ao lado de um amor maduro que fazia florescer segurança em seu coração, mas também de um amor desprendido de qualquer cobrança.


Cheios de confiança, foi assim que passaram uma tarde de troca de presentes...


O maior presente foi sem dúvida a certeza no coração de Ana que estava diante de sua grande história!




----------------------------------------------------------------




A inteligência descomunal, utilizada em prol do ser humano e em detrimento do crescimento profissional para o bem do próximo, é digna de toda admiração existente neste mundo!


Na caixa postal o convite: uma semana para ensinar os 'americanos' a 'operar'...


A coincidência de:


- em um lado o Sir. Fracasso que implora uma entrada para uns trocados a mais...


- do outro o Senhor Papa da historia da cirurgia na américa!

Em uma semana obtem-se o que se verá em anos de modesta alusão à humilhação pública internacional!




sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Sempre que comento sobre política gosto de pensar que de forma alguma existem ganhadores ou perdedores (pessoa física). Só quem pode ganhar ou perder quando elegemos alguém a todo e qualquer cargo público é a nossa cidade, nosso estado e nosso país...Por isto fico realmente triste, quando vejo comentários de ipuenses querendo que a nova gestão pratique erros condenáveis.Isto é inaceitável! Temos que agora, colocar ' a viola no saco', esquecer o que passou e torcer para que tudo 'Dê mesmo certo'!Não precisamos esconder que nossa Ipu precisa de alguém de pulso, que coloque as coisas no lugar...e um prefeito não trabalha sozinho, elegemos também vereadores para nos 'representar' na câmara. É nossa cidade, é nossa historia, de nossos pais...Temos sim que desejar sucesso! Porquê o sucesso do Savio Pontes é o do Ipu! Além de tudo, devemos confiar neste novo prefeito que é tão ipuense quanto nós! É paradoxal elegermos pessoas que não compartilham nossas raízes...Pessoas que não tomaram banho de chuva na caçada da Igreja Matriz, que não acompanharam da janela de sua casa a linda procissão de São Sebastião, que não presenciaram o leilão em frente a casa da D.Mimosa Tavares, que não queriam ficar logo 'grandes' p entrar em uma festa no Artista, que não estudaram no Centro Educacional Sagrado Coração de Jesus, que não admiraram de todo o ser as pinturas e o coral da D. Valderez, que não fizeram datilografia no Sr. Edson ou aula particular na Sirleide, que não se decepcionaram com TODAS as reformas da praça Iracema ( bonito era a estátua enorme, que encantava as crianças), que esperaram quietinhos uma alma bondosa ir na geral de energia perto de Varjota para que a luz voltasse, que tiveram medo no inverno do barulho da Bica, da queda das pedras...ai, ai, ai...Tanta coisa para quem tem sangue do sopé da ibiapaba nas veias...Pode ateh ser que Savio Pontes não tenha feito também algumas destas coisas que citei. Mas, tenho certeza que ele tem um tio, primo, sobrinho, amigo que o fez....E é por isto que confio em sua gestão!Porquê sei que ele irá administrar com o amor incodicional que é intrínseco da alma de quem nasceu em Ipu.

domingo, 28 de setembro de 2008

Uns dias...

Existem dias imperfeitos...
São aqueles totalmente contrários à sua vontade!
Nada do que ocorre condiz com suas expectativas...
E esta sexta foi um dia assim!
Duas pessoas importantíssimas na minha história desencarnaram...
E o pior da dor, não é a que aperta seu coração e faz ele ficar pequenininho...
O que é lancinante é presenciar a dor de pessoas que vc ama demais nesta vida!
É tudo...

terça-feira, 16 de setembro de 2008

A segurança dos trinta anos, emaranhada com o fim da paixão, e o começo do amor...

A 'tão' falada segurança dos trinta anos...
Com trinta anos, estabilidade financeira, um filho lindo, sete quilos à menos, e 300ml de silicone; lhe dão uma segurança 'danada', mais que isto, estas coisas lhe dão um ar de triunfo, que pode ateh parecer arrogante, mas que te dão um prazer enorme.
Você se sente tão segura que sabe que passa e um rastro de olhares te persegue e não é porque sua roupa esta suja atrás não...
Tão segura ao ponto de dormir junto com ele depois, e não sentir nenhuma culpa, ou nenhuma vontade de acorda-lo com um tapa...rsrsrs...
Tão segura que não espera desesperadamente por um beijo, na hora de pagar a conta...
Tão segura ao ponto de esperar placidamente a ligação dele, pq tem certeza dela!
Tão segura ao ponto de expor TODOS os seus pontos de vista a cerca de qualquer assunto e nem se preocupar se são, algumas vezes, totalmente divergentes dos dele...
Tão segura ao ponto de dar-se ao luxo de perder metade do encanto por ele só pelo fato de o tempo estar passando e as coisas começarem a ficar reais demais p seu gosto...
Tão segura ao ponto de saber que todo romance não é só feito de paixão...
E saber que uma hora a paixão deixa de ser paixão pra virar amor...

Mas que amanhã, estará com os olhos brilhando de admiração quando sair p almoçar com ele!

As 'coisinhas ' que tem sentido...

"Talvez eu esteja com receio de ter ido longe demais desta vez e esteja preparando a minha defesa, caso alguma coisa não saia como esperado. O que eu espero? Não espero nada, espero tudo, estou à deriva nessa aventura. Eu queria cristalizar esse momento da minha vida, mas estou em alta velocidade, e não sei se quero ir adiante, só que eu não tenho opção. Acho que é isso. Eu tinha opções, agora não tenho. Não consigo parar esse trem."

..."Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são referências, só. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo o que o amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó. Mas só o seu amor consegue ser do jeito que ele é."

...Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta...

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Se voltasse o tempo...

Os músculos do rosto de Esther se contraem...
Mesmo ela tentando parecer normal!
E se olharem bem próximo do seu pescoço, perceberão claramente que a jugular pulsa forte, daquele jeito ofegante que só após o medo, uma atividade física ou o amor isto acontece.
Não precisamos fazer muito esforço para perceber que o terceiro caso se enquadra na situação supra citada!
A porta abriu, e ela encarou o rosto que é precursor de todas suas maiores ações e reações nos últimos tempos!
Olho no olho!
Paixão!
Saudade!
Vontade de cheirar...E ficar bem próximo!
Mas, o momento pedia compostura!
Os dois sorriam como dois pobres bobos apaixonados...
E ela repetia mentalmente o mantra:
" Quando um homem se apaixona de verdade por uma mulher, entra em contato com sua própria alma..."
Cheiro, carinho, elogio sincero, rápido e constrangido...
Fecha a porta.
O dia volta ao curso normal.
E Esther deseja veementemente que o tempo voltasse, que aquela sala de número treze não existisse, que ele não se aproximasse, que não olhasse no seu olho e dissesse com toda letra e convicção que seria seu marido!
Há, se o tempo voltasse...

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

"Para saber quem somos, basta que se observe o que fizemos da nossa vida. Os fatos revelam tudo, as atitudes confirmam. O que você diz - com todo respeito - é apenas o que você diz. "

escrevendo...

Eu poderia nem escrever nada...Só pq já passou a vontade, ou por medo da turma 'do olho grande'...
Mas, mesmo que eu não escrevesse, se assim o fizesse...Mesmo assim eu continuaria acordando preguiçosamente numa manhã ensolarada de um domingo desses...
Acordaria, ao som de crianças lindas brincando na piscina. E olha-las da janela do meu quarto iria me fazer lembrar o quanto caminhei para agora estar aqui...assim num dia PERFEITO de sol...
E mesmo que eu quisesse não contar, mesmo assim aquele café da manhã com flores estaria ao meu lado, ali em cima do criado-mudo...E mesmo que o pão tenha queimado um pouco, ou mesmo que o leite esteja um pouco frio....Mesmo assim este gesto vem 'abarrotado' de amor e carinho...Sincero, fiel e dedicado (coisa para homens de verdade, hoje em dia...)
E mesmo que eu queira que fique só pra mim, mesmo assim existirá um bilhete no espelho do banheiro...um bilhete que me chama de 'brancosa', um bilhete que fala que me ver dormindo é a maior prova de perfeição nesta 'nossa' vidinha...
E mesmo também que eu queira resguardar só pra mim estes momentos, mesmo assim meu coração ficará pequenininho com a noite chegando, pq eu sei que a segunda está próxima e a realidade nos espera...
E eu sei que estes momentos- familia maravilhosos são provas do amor de Deus por mim, pelo meu filho e por nós...
Sei que ELE guardou minha vida para que eu fosse feliz agora, em um momento de extrema maturidade e plena consciência de ser merecedora da maior felicidade que já existiu!

Sou uma balzaca


É, cheguei aos trinta... Com corpinho de dezoito e cabeça de sessenta, diga-se de passagem!
E se a estimativa de vida do brasileiro aumentou; pelas minhas contas, devo ter chegado ao meu 1/3 de vida... Ainda tem chão pela frente!
E se eu for para o lado das expectativas que esta idade almeja: digo que já tenho um filho, já plantei minha árvore (bananeira serve?) e devo estar no prefácio do meu livro de mil páginas. (encontro vocês na noite de autógrafos...).
Agora, se eu partir para o lado das lembranças vou ter que fazer uma expedição na minha memória e chegar até o ponto em ganhei meu tamanquinho ‘água viva’ do vovô Zeca, e dizer que neste ponto eu comecei a virar gente, porque foi assim que me tornei importante! De tamanco água viva eu me lembro de passear no corcel II, amarelo ovo (LINDO!) de meu pai... Passear não é bem a palavra, talvez, adentrar, invadir o carro, encher o saco até dar uma dor, sempre que ouvia o barulhinho da chave tilintando no corredor da casa da Estrela, onde morávamos, seria mais adequado.
E depois eu poderia também fazer uma ressalva no disquinho do patinho feio que ganhei (sabe-se lá de quem...) e que foi o precursor da maior dor que já senti, quando ele partiu pra bem longe... É desde criança já tinha um ‘quê’ de melancolia na pele!
Mas, daí aprendi a sorrir, sorrir não; aprendi a ter a risada mais escandalosa da vida, e desfrutar dela sempre que possível!
Outro dia relevante, foi um domingo ensolarado que meu pai acordou com o pé direito e me presenteou com a tão sonhada bicicleta rosa, de cestinha, da caloi; e ainda por cima me deixou fazer compras no mercantil do Anto. Tavares, mesmo que a maioria das compras tenha caído ao longo do caminho...
Mas, neste percurso, nem tudo são flores... Minha mãe já me fez virar homem aranha, me fazendo escalar a parede pelas orelhas só porquê apaguei a vela 365 vezes em um dos muitos dias que faltou energia em Ipu ( e até hoje, meus irmãos comentam isto!), e eu prometo ter mais paciência com o Gustavo, digamos que para criar-lhe orelhas ‘de abano’ pelo resto da vida, esperaria ele apagar 366 vezes! Mas, esqueci deste fato no momento em que vi seus olhos brilhando de felicidade quando lhe contei que ia dar-lhe um netinho!
E se eu fosse contar para vocês todos os caminhos que me tornaram a Paula Aragão que sou hoje, as paredes deste salão ficariam escritas de uma grande história; não uma historia de contos de fadas, como sonhei, nem tampouco uma história de terror... Mas, sim uma verdadeira história de amor, luta e fé na vida, no próximo e em Deus! Uma história com príncipe encantado que vira sapo, e faz chorar e depois faz rir; uma história de grandes lições, uma história com uma típica família de longos caminhos curtos, uma historia de amor, amizade, lealdade, traição e angústia... Que tiraria alguns de vocês do sofá e os levaria ao cinema!
E se eu fosse finalizar esta questão, seria com um trecho bíblico que fala: “o que olhos não viram e nem ouvidos ouviram, é o que Deus tem reservado para aqueles que amam ao Senhor!”.
E se você está aqui com certeza é por que tem uma participação muito especial neste Filme!Por favor, limpem as lágrimas e vamos dançar ao som da letra perfeita da ‘dança do quadrado’!
Paula Giovanni Mororó Aragão

sexta-feira, 18 de julho de 2008

O "Papa"


Esther já tinha escutado muita coisa sobre ele e não lhe causava nenhuma ansiedade conhecê-lo pessoalmente...

Convivia com excentricidades impostas por ele em tempos de vacas gordas demais para o seu lado...Na época em que Esther não 'mandava' por ali.

Mas, o dia chegou, tão evitado quanto o da morte, e não é exagero!

O 'papa' da neuroanatomia no estado, o precussor da cirurgia por vídeo na região, o 'senhor' mestrado, doutorado e P.H.D. nos EUA...blaaaaaaaaaaaaaaaaaa....

Esther o repudiava cada vez mais!!



- onde está a chefe do setor?

Os dedos apontando Esther, pareciam navalhas afiadas em suas costas, mas não virou-se, não antes dele chamá-la...

Passos rápidos e carrancudos aproximavam-se de Esther, e seu coração batia forte, mas não como hoje, não como agora...



Quando Esther virou-se, e os olhos dos dois encontraram-se, ela sentiu o impacto...E a voz dele já não saia com tanta rispidez...aliás com rispidez nenhuma!

E Esther nunca havia imaginado que o 'velho' exigente...Era na verdade um homem, um pouco mais velho que ela, que a desconcertava com o olhar e o srriso e além disso era muito, muito 'charmento'!


As próximas chamadas foram para lhe perguntar se acreditava em destino e para dizer na frente de todo mundo, ali no seu ambiente de trabalho:

-Você sabe o meu nome?

-Sim!

-Pois decore-o pra sempre, porque é o nome do seu próximo marido!
********************************************************


"eu encontrei quando não quis mais procurar...

E até quem me vê lendo o jornal, na fila do pão, sabe que eu encontrei vc!!"


Resolvi dar ouvidos ao meu 'destino'...Pois no fim do meu túnel tinha muiiiiita Luz!!!


Beijo, cheiro, conversa, abraço, afago (no ego também, que sou leonina!), ciúme, charme, cútis, pupila, boca, cor, cabelo, joelho (também faz parte...), visita, mão, cortesia, medicação, saudade, pensar (lembrar- pra mim são sinónimos), apaixonar-se, de novo, agora, tempo, toque, massagem (no ego tb, pq ele sabe o que está fazendo...), pedido, liberdade, compreensão, encontro, taquicardia, transparência, mudança, telefonema, entrega...


- Estou na beira do abismo e se eu saltar, tenham certeza que foi voluntário!

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Quem sou eu?

Uma sortuda.
Para não me descrever com características peculiares à dezenas de mulheres que estão aqui no meu orkut, já que temos afinidades.
Decidi me descrever falando uma característica que caminha lado a lado desde que nasci...
Pois é...A sorte e eu somos 'amiguinhas', ela vive aqui em casa...
Nem espero e ela bate à minha porta e nem me pergunta se preciso dela...
E antes que meus trezentos e poucos amigos virtuais me indaguem sobre meu bilhete premiado da mega-sena, ou sobre a última aquisição na rifa de um real, eu demonstro onde sou sortuda de verdade:
Sou sortuda, e posso dizer que nasci de bumbum pra lua, quando me encanto com o nível intelectual e cultural dos meus amigos de verdade...
Sorte tenho quando rio copiosamente de dancinhas sinceras de felicidade...
Quando tomo e me lambuzo com picolé da kibon...
Quando tenho crédito na praça e no coração dos meus amigos...
Quando me formo em duas profissões...e posso escolher em qual quero trabalhar...
Sou sortuda num plantão de sábado extremamente gratificante...
Sortuda quando meu chefe acolhe meu pedido de aumento...E petulantemente falando, em pouco tempo de trabalho...
Sou sortuda pq sou mãe do garoto mais inteligente que já vi na vida...e quando posso dormir beijando seu pezinho...
Quando abro a porta de casa e um sorriso largo, me recepciona com um chamado pra 'bincá'...
Sorte tenho de sobra, quando Deus me concede a admiração de ser filha de pessoas tão íntegras e respeitadas...
Quando meus irmãos são exemplos de homens de verdade!
Sorte pra mim, é perder o sono e estar passando 'o magico de oz' às duas da madrugada...
É compartilhar boas histórias na segunda...E rir delas a semana inteira...
É ganhar beijo roubado...e ter pra quem ligar quando quero ser paparicada e escutar um 'eu te amo'...
É ter um pai que te chama de princesa mesmo à beira dos trinta...E ter uma mãe que tem pacto com o serviço de meteorologia...
Sorte pra mim é fim de tarde na praia e ficar de camisola sem ter que sair da cama...
É dormir com chuva batendo na janela...E acordar com o filho pedindo: " acorda mamãe..."
é ter com quem sair quando quero rir, e estas mesmas pessoas serem capazes de também me oferecer o colo quando necessário...
sorte é saber que as pessoas do mal me atingem, mas só um pouquinho e que passa rápido...
Porque eu sou campeã em rir da 'desgraça' dos outros e das minhas, rir MUITO...
É isso aí...

Se avexe não...

Amanhã pode acontecer tudo
Inclusive nada
Se avexe não
A lagarta rasteja até o dia
Em que cria asas
Se avexe não
Que a burrinha da felicidade
Nunca se atrasa
Se avexe não
Amanhã ela pára na porta
Da sua casa
Se avexe não
Toda caminhada começa
No primeiro passo
A natureza não tem pressa
Segue seu compasso
Inexoravelmente chega lá
Se avexe não
Observe quem vai subindo a ladeira
Seja princesa ou seja lavadeira
Pra ir mais alto vai ter que suar.

Acioli Neto

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Espiritualmente evoluída

Ela teve vontade de rir, um sorriso forte e franco...Daqueles em que a alma sorri junto...
O dia amanheceu e ela ainda se surpreende com o rumo que 'as coisas' tomaram; surpreende-se com o nível cultural e intelectual das pessoas que passou a conviver no último ano.
É verdade que os porcos que cruzou na estrada ainda andam deixando as migalhas pelo caminho, mas ela aprendeu a passar por cima, ou até mesmo a varrer o chão, quando tem tempo...
No mais, ela admira ligações, ela ri copiosamente de dancinhas sinceras de felicidade, ela surpreende-se com a estupenda inteligência, com o nível dos diálogos, com a sinceridade forte de pessoas espiritualmente evoluídas!
Ela aprendeu o caminho.E chegou lá, ou está bem próximo...
Ela sabe a quem agradecer...
Acima de tudo ela 'crê em Deus pai'...
E ela não pede ninguém para belisca-la, ela tem consciência que é merecedora, que chegou o momento...
Que felicidade está nos amigos que tem na vida...
E isto ela ganhou de bandeja.
A maior riqueza foi conquistada: lealdade!
Felicidade, é a palavra final diante de tamanha bênção!

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Sutileza

Ela entrou no site de relacionamento, e deparou-se com o convite, feito por ele...
Ela nem sabia que ele gostava 'daquilo' e até teve dúvida da honestidade do perfil...
Depois de confirmado, aceitou-o!
Mais um passo para a relação além dos cordiais: 'bom dia', 'tudo bem com vc'...
A foto estava distante e as mensagens eram meio desencontradas com a personalidade 'imperial' que ela conhecia dele...Admiro-o mais ainda!
Ele era 'duas caras' no bom sentindo...Sabia diferenciar as coisas...
O seu desejo, agora é adentrar na outra personalidade, sentar com ele em um barzinho e conversar por hooooooooooras, tal qual já fizeram em um dia de extremo estresse no trabalho...
Ele abriu a veia, mostrou o caminho...
Só falta ela agradecer as caixas de chocolate, enviadas por ele no período da Páscoa!

Na falta de palavras, melhor ligar o som...rsrsrs...

sábado, 19 de abril de 2008

Muito legal- Mail que meu irmão me enviou...

- GUIA PRÁTICO DA CIÊNCIA MODERNA:
1. Se mexer, pertence à Biologia.
2. Se feder, pertence à Química.
3. Se não funciona, pertence à Física.
4. Se ninguém entende, é Matemática.
5. Se não faz sentido, é Economia ou Psicologia.
6. Se mexer, feder, não funcionar, ninguém entender e não fizer sentido,é INFORMÁTICA.
-----------------------------------------------------
2- LEI DA PROCURA INDIRETA:
1. O modo mais rápido de se encontrar uma coisa é procurar outra.
2. Você sempre encontra aquilo que não está procurando.
-----------------------------------------------------
3- LEI DA TELEFONIA:
1. Quando te ligam: se você tem caneta, não tem papel.Se tiver papel, não tem caneta. Se tiver ambos, ninguém liga.
2. Quando você liga para números errados de telefone, eles nunca estão ocupados.
Parágrafo único: Todo corpo mergulhado numa banheira ou debaixo do
chuveiro faz tocar o telefone.
-----------------------------------------------------
4- LEI DAS UNIDADES DE MEDIDA:
Se estiver escrito 'Tamanho Único', é porque não serve em ninguém,muito menos em você...
-----------------------------------------------------
5- LEI DA GRAVIDADE:
Se você consegue manter a cabeça enquanto à sua volta todos estão
perdendo,provavelmente você não está entendendo a gravidade da situação.
-----------------------------------------------------
6- LEI DOS CURSOS, PROVAS E AFINS:
80% da prova final será baseada na única aula a que você não compareceu, baseada no único livro que você não leu. (adorei!)
------------------------------------------------------
7- LEI DA QUEDA LIVRE:
1. Qualquer esforço para se agarrar um objeto em queda, provoca mais
destruição do que se o deixássemos cair naturalmente.
2. A probabilidade de o pão cair com o lado da manteiga virado para
baixo é proporcional ao valor do carpete.
------------------------------------------------------
8- LEI DAS FILAS E DOS ENGARRAFAMENTOS:
A fila do lado sempre anda mais rápido.
Parágrafo único: Não adianta mudar de fila. A outra é sempre mais rápida.
------------------------------------------------------
9- LEI DA RELATIVIDADE DOCUMENTADA:
Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual.
------------------------------------------------------
10- LEI DO ESPARADRAPO:
Existem dois tipos de esparadrapo: o que não gruda e o que não sai.(kkkkkkkkkkkkk...)
------------------------------------------------------
11- LEI DA VIDA:
1. Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada.
2. Tudo que é bom na vida é ilegal, imoral, engorda ou engravida.
------------------------------------------------------
12- LEI DA ATRAÇÃO DE PARTÍCULAS:
Toda partícula que voa sempre encontra um olho aberto.(Se usa lente, então...)

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Em homenagem à pequena/grande vitória de hoje:
"a vitória que vale a pena é a que aumenta sua dignidade e reafirma valores profundos."
Roberto Shinyashiki

quarta-feira, 12 de março de 2008

Conjugando o verbo afetar...



Eu afeto
Tu afetas
Ele afeta
Nós afetamos
Vós afetais
Eles afetam
Fazemos isto o tempo inteiro...
Em maior ou menor intensidade.
Com ou sem intenção.
Mas, a verdade é que a teoria das relações sociais é muito complexa, e paradoxalmente falando, também muito delicada!
Sei que neste mundão de Deus eu sou apenas um conjunto de átomos, enfatizando que mais elétrons que prótons ou nêutrons; mas certamente um conjunto de átomos abusado p c........
Relendo dá até para imaginar um surto metafórico...rsrsrs...
Mas, 'né' não, é que tem coisas que só o povo louco entende...

"Seu policia"


"Ei cara!
A vida também tem bons momentos
Dá só uma olhada..."

Atualizações

Várias pessoas me escrevm comentando que ás vezes, deixo a desejar no tempo de postagens aqui...
Explico da forma mais capciosa que existe...rsrsrs...
O ritmo das atualizações é inversamente proporcional ao ritmo de minha vida pessoal e profissional. Quando entro em uma maré calma no trabalho ou em casa tento produzir o maximo possivel no blog. Por isto em algumas semanas faço varias postagens e posso passar alguns dias sem postar nada.
Entendeu?
Eu continuo colhendo dados...

terça-feira, 11 de março de 2008

A foto primeiro, o post depois...




O que passei a fazer por mim...
Existem coisas que você promete: 'quando isto for assim, eu farei assado...'
Bem, eu decidi fazer logo...
Comecei agora, ontem mesmo:
-Iniciei a tão adiada malhação; apenas pesquisei coisas pelas quais me interessaria, o boxe, foi o escolhido.
Mas, calma, que eu não vou sair dando soco e chute nas pessoas; não sem uma boa razão, claro!(rsrsrs...);
-E para que me achem logo a agressiva em pessoa, iniciei junto com minha amiga Ivanna um curso de tiro!!Haaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!
Calma também! Nem tenho porte de arma, nem quero ter, mas sempre quis saber qual a sensação de apertar o gatilho, acertando o alvo e ganhando premio, melhor ainda... com abafador, então...E se o alvo for de mentirinha...
-Parei de trabalhar no fds, e agora todo sábado e domingo é para o Gu; por enquanto eu escolho os programas, mas vai chegar o dia em que faremos tudo comandado por ele, por suas escolhas...sonho com este dia...e me sinto mais leve!Passei a trabalhar menos e me dedicar ao que amo...Ter um tempo para os que me são caros, foi a melhor coisa que fiz;
-Passei a ir pelo menos uma vez por semana ao cinema, se não tiver companhia, vou sozinha mesmo...E foi uma decisão muito boa...Passei não só a conquistar adeptos, como também fiquei mais crítica.
Que fique claro que escolho os dias de promoção...Querem me achar? Quarta e domingo ( na primeira sessão...);
-Compro agora um livro por mês e o leio em menos de vinte dias. Este é um item mutável. Exemplo, fui convidada, para assumir um cargo que requer enorme responsabilidade, como tinha pouca experiência no setor, 'engoli' quase dez livros em menos de um mês. Resultado: ganhei não só maiores conhecimentos, como também reconhecimento de superiores e chefes;
-Falar, no mínimo toda semana com meus irmãos e meus pais...como agora 'cada macaco está no seu galho', prometemos, colocar o outro sempre por dentro das coisas que nos acontecem...Amor nós já tinhamos, agora ganhamos mais força e união. Meus irmãos são muito maduros, e adoro seus conselhos...Fora que eles amam meu filho de uma forma imensurável;
-Lutei, e em menos de um ano de formada já estou nos hospitais que sempre quis fazer parceria e nos setores que me sinto realizada!Isto é uma das maiores felicidades que posso querer...
O engraçado, é que recente escrevi falando que a gente nunca sabe quando nossa vida vai mudar, a minha mudou quase que completamente em menos de dois meses...Fora que até o final do ano teremos outra grande surpresa...rsrsrs...
É só aguardar!
Para finalizar, um plágio à Rita Lee:
"...o prazer de ser quem eu sou, estar onde estou; agora só falta você..."

Outro personagem


Drausio viu os vídeos, leu as mensagens, admirou as fotos; e mais uma vez a dor lancinante de presenciar de longe, mais precisamente da plateia, no local onde o valor do ingresso é mais barato, a felicidade de pessoas que perdeu completamente o contato.

E por mais que tudo o que almeje na vida seja tê-los próximos, agora era tarde demais para tentar voltar.

O barco ao qual entregou seu destino, já atravessou mais da metade do percurso.

E desde o início ele sabia que sua vida era medíocre demais para tentar ser feliz!

Ele continuaria praticando o que tinha feito o tempo inteiro; seria covarde até o final, porquê não sabia ser de outra forma, ou talvez,porquê a máscara já ficou tempo demais e quando ele se olhava no espelho, já não conseguia distinguir o que era disfarce e o que era face...O que era verdade e o que era mentira.

Infelizmente, o normal seria continuar destilando toda forma de enganar os outros e a si...Assim continuaria sendo fácil viver; e quando ouvia falar em facilidade, ele não procurava, de forma nenhuma outro caminho...

Era uma atitude infeliz, mas muito mais segura...

Porém era óbvio, que cada vez que a lança forte da dor penetrava no seu coração, ele se debatia e jurava amor eterno às águas fáceis do rio obscuro que o levava para longe dos seus sonhos...

Jurava e se desculpava com o mar.

Distanciava-se e prometia retorno ao mar...

Mas, ambos sabiam que era uma infâmia.

E o mar era iluminado pelo sol, e tinha a beleza da lua, e a presença da chuva...

Doía quando enxergava Drausio ao longe, doía, mas era pouco e passava rápido...


domingo, 9 de março de 2008

Poesia


Sou fã de poesia, e não é que no novo setor que trabalho desde segunda, encontrei uma legião de outros fãs?

Muito bom! Muito bom mesmo, conviver com pessoas que tem os mesmos interesses que você...

E para comemorar tamanha felicidade pela guinada que minha história passou em menos de um mês, deixo aqui de graça, uma grande invasão da minha alma:

O poema, eleito por mim como o mais perfeito de todos, sei que não existe mais perfeito...Explico então, perfeitos são todos, mas este se sobressai entre os outros...

Aí vai meu lindo Neruda!



"Não te amo como se fosse rosa de sal, topázio

ou flecha de cravos que propagam fogo;

Te amo como se amam certas coisas obscuras,

secretamente, entre a sombra e a alma.

Te amo como a planta que não floresce e

leva dentro de si, oculta, a luz daquelas flores.

E graças a teu amor, vive oculto em meu

corpo o apertado aroma que ascende da terra.

Te amo sem saber como, nem quando, nem onde.

Te amo diretamente sem problemas nem orgulho;

Assim te amo porque não sei amar de outra maneira,

Senão assim, deste modo, em que não sou nem és.

Tão perto que tua mão sobre meu peito é minha,

Tão perto que se fecham teus olhos com meu sono..."

(Cem sonetos de amor)



PERFEITO!!!


Acho que não existe coisa pior do que tentar conversar com uma mãe...

Ela nunca estará totalmente inteirada do que você está lhe contando!

Tenha certeza de que por mais que seus olhos estejam voltados para você e por mais que pareça que ela capta todas as suas palavras, ela nunca estará realmente prestando atenção no que você diz...

Não duvide que no momento de maior precisão da opinião dela sobre suas dúvidas, ela irá levantar-se feito louca e sair correndo atrás do filhote...

E se for por telefone, saiba que inúmeras vezes aquele silêncio sem explicação foi pelo fato dela ter lhe deixado falando sozinha(o) enquanto confere a respiração do seu bebê...

Esteja preparada(o), para perder uma boa ouvinte depois que ela virar mãe...

Nunca mais uma conversa será a mesma depois que sua amiga tem um filho...

-acho que foi assim que a Bel sentiu-se no chá de baby da Dany....rsrsrsrs...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Esther preparava-se para dormir, de repente o telefone toca.
Seu coração pulsa forte quando confere no registro de chamadas o nome de Adriano:

-Alô...(atende sem parecer ansiosa).
-Aprendi a tocar sua música.Escute...

"Mas uma moça bonita de olhar agatiado
Deixou em pedaços o meu coração
E uma onça pintada
Seu tiro certeiro
Deixou os meus nervos de aço no chão...
Foi mistério e segredo e muito mais
Foi divino brinquedo e muito mais..."

Linda, linda, linda!!!
Adriano anda 'pegando pesado' na luta pela conquista de seu coração...

Ao final do telefonema Esther não sabia nem como agradecer.
Percebendo , ele ajudou-a então:
-Seja minha mulher, Esther!
-Ainda é cedo.

Quem conta...


"eu sei...
Tanta coisa mudou..."
Ela quase desistiu...Pela quarta vez seguida, ela quase dispensou o convite...
Era longe, era tarde, não era tentador...
Ha, como ela sabia que arrepender-se-ia depois...Depois de dizer que não era tentador...
Se não era poque seu coração pulsava e seu corpo tremia quando ele estava perto? Se não era porquê ele a perturbava?
Porquê ela adorava falar-lhe?
Tantos porquês, que quando mal sentiu estava lá, linda e loira, pronta para encontra-lo...
Ele era um homem 'estupidamente' requintado (paradoxalmente falando). Talvez, tudo o que Esther sonhou.
Mas, faltava a pulsação...Faltava que Esther permitisse...
Foi, sem dúvida uma noite agradabilissima.
Ele pensara em tudo...Tinha na geladeria cerveja, mas também vinho, tinto e caro; para transformar a noite irritantemente romântica...
Tinha lua, tinha voz, tinha céu estrelado, tinha conversa longa, longa e interessante...
Mas, tinha também o muro imaginário que Esther criou...ela havia pedido um tempo aos Deuses...Um tempo de anos para pôr sua cabeça e seu coração no lugar...
Lembrava o quanto havia errado permitindo que Gianni entrasse na sua história cedo demais, cedo ao ponto de ela não estar totalmente preparada para uma vida à dois...
E novamente ela não queria errar...
Mas, seu coração suspirou quando ela entrou no carro e ele veio com o segundo convite irrecusável: o grande show de jazz na sexta feira...Sem que percebesse, Esther já estava, mentalmente, se arrumando para o próximo encontro.
Despediram-se como sempre...como bons amigos...Mas, já na saída ele soltou:
' tudo isto pode ser seu, basta você querer...'
Ai, ai...

Lembrando da música dedicada...


Ontem, fui assistir filme na casa de uma pessoa mais que querida! Quando cheguei, ele estava tocando violão, e cantou 'mama áfrica' todinha só pra mim!

ADOREI!!

Chico Cesar - Mama África

mama África (a minha mãe)
é mãe solteira
e tem que fazer
mamadeira todo dia
além de trabalhar
como empacotadeira
nas casas Bahia
mama África (a minha mãe)
é mãe solteira
e tem que fazer
mamadeira todo dia
além de trabalhar
como empacotadeira
nas casas Bahia
mama África tem tanto o que fazer
além de cuidar neném
além de fazer denguim
filhinho tem que entender
mama África vai e vem
mas não se afasta de você
mama África (a minha mãe)
é mãe solteira
e tem que fazer
mamadeira todo dia
além de trabalhar
como empacotadeira
nas casas Bahia
quando mama sai de casa
seus filhos se olodunzam
rola o maior jazz
mama tem calo nos pés
mama precisa de paz
mama não quer brincar mais
filhinho dá um tempo
é tanto contratempo
no ritmo de vida
de mama
mama África (a minha mãe)
é mãe solteira
e tem que fazer
mamadeira todo dia
além de trabalhar
como empacotadeira
nas casas Bahia
mama África (a minha mãe)
é mãe solteira
e tem que fazer
mamadeira todo dia
além de trabalhar
como empacotadeira
nas casas Bahia
deve ser legal
ser negrão no Senegal
deve ser legal
ser negrão no Senegal
deve ser legal
ser negrão no Senegal
mama África (a minha mãe)
é mãe solteira
e tem que fazer
mamadeira todo dia
além de trabalhar
como empacotadeira
nas casas Bahia
mama África (a minha mãe)
é mãe solteira
e tem que fazer
mamadeira todo dia
além de trabalhar
como empacotadeira
nas casas Bahia
mama África
a minha mãe
mama África
a minha mãe
mama África
a minha mãe

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Explicação...

Algumas pessoas vem me perguntar pq mudei o rumo deste blog, ou porquê conto historias não minhas...
E o post anterior ficou martelando na minha cabeça um tempo até decidir publicá-lo.
Explico: este blog é meu coração na web!É um chama para pessoas que pensam parecido comigo na vida, ou sobre ela...
Passei um tempo afastada, e este foi o tempo em que meu coração entrou em reunião com minha mente; tentaram tirar, juntos, um significado para estes quase trinta anos que sua condutora na vida tem!
Sei que são inúmeras lições...De vez em quando me pego aconselhando uma 'pá' de gente e me sinto muitissímo bem com tamanha responsabilidade.
O que escrevo aqui não é pensando em surpreender ninguém, até porque levo uma vidinha tranquila demais para que pessoas venham aqui invejar qualquer coisa que seja?!
Escrevo coisas tristes, alegres, tolas; mas nunca, nunquinha, literárias!
E não escrevo também citações de grandes nomes para impressionar!Me desculpe que lê fulano de tal chorou, mas é um ridiculo tentar aparecer, se fazendo de intelectual! Eu faço parte da turma que odiou de todo ser, o código de sicrano de tal...blaaaaaaaaaaaaaa!!
Sou mais um Machado de Assis, bem básico!E poesia, é claro!
quando leio uma pessoa tentando mostrar o que não é, penso e cito logo o Márcio: 'Pai, perdoa-os, eles não sabem o que escrevem'...
Do meu lado vou continuar fuçando a vida de Esther, de Susi, de Sheila...E concordo quando Pedro me diz que mais que quatro pessoas visitam estas tolices aqui...
Sintam-se à vontade queridos, para ir e vir e adorar e odiar estas ranhuras aqui...
Eis o melhor e o pior de mim!
E pra quem está com saudade, qualquer hora estou postando foto nova do meu fofinho!